Perguntas frequentes

    • Solicitamos consultar a Portaria Inmetro n.º 91 de 2009. Nesta Portaria, verificar especificamente o RTQ 32 para-choque traseiro. Este documento estabelece os critérios para construção, ensaio, e instalação de pára-choque traseiro de veículo utilizado no transporte rodoviário de produtos perigosos, sendo aplicável às seguintes espécies de veículos: camioneta, caminhonete, caminhão, e rebocados, excetuando-se os veículos com PBT até 4.600 daN com carroçarias incorporadas ao projeto original do fabricante dos veículos.

      Para homologação do para-choque é necessário contatar um dos Organismos de Inspeção de produtos perigosos acreditados, que tem em seu escopo a seguinte denominação: " Parachoque traseiro de veículos rodoviários para o transporte de produtos perigosos - Construção, ensaio e instalação."

      A lista dos organismos poderá ser obtida através do link: http://www.inmetro.gov.br/organismos/index.asp  . No item Produtos Perigosos - OIA-PP

    • Esclarecemos que o sistema eletrônico utilizado pelos organismos de inspeção, no qual o veículo fica bloqueado, foi desenvolvido e é controlado pelo DENATRAN. Neste caso, solicitamos enviar esta reclamação para o e-mail: itl@infraestrutura.gov.br.

    • A portaria Inmetro 30/2004 exige que seja verificado na inspeção: desgaste da banda de rodagem, tamanho e tipo dos pneus, simetria dos pneus e rodas, estado geral dos pneus e estado geral das rodas ou aros desmontáveis.

      O organismo de inspeção pode reprovar o veículo se no mesmo eixo houver pneus com desenhos diferentes, conforme a Portaria Inmetro 30/2004, item 7.3.7.3 Simetria dos pneus e rodas - Critério(s) de reprovação: É motivo de reprovação a constatação da(s) seguinte(s) ocorrência(s), dentre outras previstas em regulamentação específica: Pneus e/ou rodas diferentes no mesmo eixo.

    • Informamos que, de acordo com a Portaria Inmetro 49/10, item 8.1.1 - "a", equipamentos obrigatórios são objeto de inspeção. Portanto, devem ser inspecionados durante a inspeção de segurança veicular. 

      Os equipamentos obrigatórios que devem ser inspecionados estão descritos na Portaria Inmetro 30/2004, item 7.3.1. 

      As portarias do Inmetro encontram-se no link: http://www.inmetro.gov.br/legislacao/

    • Solicitamos verificar o documento DOQ-CGCRE-001 e NIT- DICLA - 011. Estes documentos encontram-se disponíveis no site do Inmetro através do endereço: http://www.inmetro.gov.br/credenciamento/organismos/doc_organismos.asp?tOrganismo=CalibEnsaios

      Qualquer dúvida sobre o conteúdo deste documento, solicitamos entrar em contato diretamente com a DICLA - Divisão de Acreditação de Laboratório, pelo e-mail: dicla@inmetro.gov.br

    • Solicitamos acessar o link: http://www4.inmetro.gov.br/acreditacao/servicos/acreditacao, onde encontram-se disponíveis todas as informações sobre o processo de acreditação de laboratório.

    • Solicitamos acessar o link: http://www4.inmetro.gov.br/acreditacao/servicos/acreditacao, onde encontram-se disponíveis todas as informações sobre o processo de acreditação de laboratório.

    • Solicitamos verificar o documento DOQ-CGCRE-001 e NIT-DICLA 011. Estes documentos encontram-se disponíveis no site do Inmetro através do endereço: http://www.inmetro.gov.br/credenciamento/organismos/doc_organismos.asp?tOrganismo=CalibEnsaios

      Qualquer dúvida sobre o conteúdo deste documento, solicitamos entrar em contato diretamente com a DICLA - Divisão de Acreditação de Laboratório, pelo e-mail: dicla@inmetro.gov.br.
       

    • Favor procurar um laboratório acreditado pela Coordenação Geral de Acreditação do Inmetro (Cgcre) disponível no link: http://www.inmetro.gov.br/laboratorios/rble/ . 

      A busca pelo laboratório deve ser feita pelo campo "Palavra a ser procurada".

      Estas ferramentas de busca permitem encontrar os laboratórios acreditados por meio de determinados parâmetros padronizados, quais sejam o nome e o número de acreditação do laboratório, local, modalidade de acreditação, classe de ensaio e área de atividade. Estão disponíveis ainda dois mecanismos de pesquisa no texto do escopo de acreditação, um que utiliza uma ferramenta elaborada pelo Inmetro e outro que usa a pesquisa avançada usando a ferramenta Google. 

      Gostaríamos de esclarecer que o escopo de acreditação de um laboratório de ensaio é definido pelo laboratório e aprovado pela Cgcre. A Cgcre tem regras gerais para padronização destes escopos, entretanto o laboratório tem liberdade para descrever seu escopo de diferentes maneiras, conforme suas necessidades particulares. As ferramentas de pesquisa permitem busca diretamente no texto do escopo. Como o texto do escopo pode variar de um laboratório para outro, para o mesmo ensaio ou produto, esta busca no texto do escopo pode, eventualmente, deixar de identificar algum laboratório que seja acreditado para realizar um determinado ensaio em um produto particular. Por essa razão é importante que sejam feitas pesquisas utilizando diversas palavras e/ou números de normas bem como seguir as orientações fornecidas na tela nas ferramentas de busca.

      OBS.: Os custos dos ensaios são pagos pelo solicitante do serviço e os valores devem ser verificados diretamente com os laboratórios. 
       

    • A Coordenação Geral de Acreditação do Inmetro (Cgcre), juntamente com organismos de acreditação congêneres de outros países, vem buscando estabelecer, por meio de cooperações regionais e internacionais de organismos de acreditação, acordos que possam promover a confiança daqueles que se utilizam dos resultados de ensaios e calibrações, assim como dos certificados emitidos por organismos de certificação acreditados para sistemas de gestão e produtos.

      Os acordos de reconhecimento mútuo entre organismos de acreditação são uma das formas mais efetivas de facilitar a eliminação da necessidade de re-ensaio de materiais e de produtos nos países importadores, problema identificado pela Organização Mundial do Comércio (OMC) como uma das maiores barreiras técnicas ao comércio.

      Como signatária dos Acordos de Reconhecimento Mútuo (MLA), a Cgcre reconhece as práticas de outros sistemas de acreditação como equivalentes àquelas do seu próprio sistema, no âmbito do respectivo MLA. 

      Com estes acordos, os certificados e relatórios emitidos por organismos de avaliação da conformidade (OAC) acreditados pela Cgcre passam a ser aceitos pelos demais organismos de acreditação signatários. De igual modo, a Cgcre recomenda a aceitação dos certificados e relatórios emitidos por OAC acreditados por outros signatários, pois reconhecem que estes possuem um sistema de acreditação que funciona nas mesmas bases do sistema da Cgcre.

      Os acordos de reconhecimento mútuo entre organismos de acreditação serão, cada vez mais, ferramentas facilitadoras do comércio e uma base técnica para os acordos de comércio exterior entre os governos.

      Atualmente, a Cgcre mantém os seguintes acordos de reconhecimentos internacional:

      International Laboratory Accreditation Cooperation - ILAC

      A Cgcre é signatária do acordo multilateral com a ILAC para laboratórios de ensaios e calibração desde 2000 e para organismos de inspeção desde 2013.

      Interamerican Accreditation Cooperation - IAAC

      A Cgcre é signatária do acordo multilateral com a IAAC para acreditação de:

      • Laboratórios de ensaios e calibração desde 2002;

      • Organismos de certificação de sistemas de gestão da qualidade desde 2002;

      • Organismos de certificação de produtos desde 2009;

      • Organismos de certificação sistema de gestão ambiental desde 2009;

      • Organismos de inspeção desde 2013.

      International Accreditation Forum - IAF

      A Cgcre é signatária do acordo multilateral com o IAF para acreditação de organismos de certificação de sistemas de gestão da qualidade desde 1999 e para sistemas de gestão ambiental desde 2005 e como organismo de acreditação de organismos de certificação de produtos desde 2009.

      American Aerospace Quality Group - AAQG

      A Cgcre é reconhecida pela AAQG para acreditação de organismos de certificação de sistemas de gestão da qualidade aeroespacial desde 2002.

      Program for the Endorsement of Forest Certification Schemes - PEFC

      A Cgcre é reconhecida pelo PEFC para acreditação de organismos de certificação de sistemas de gestão florestal desde 2005.

      The Global Partnership for Good Agricultural Practice - Globalgap

      A Cgcre é reconhecida pelo Globalgap para acreditação de organismos de certificação de produtos para os escopos de frutas e vegetais, segurança integrada de fazenda (IFA - em inglês), flores e plantas ornamentais, café e sistema integrado de piscicultura desde 2002.

      Environmental Protection Agency - EPA

      A Cgcre é reconhecida pela Environmental Protection Agency (EPA) para acreditação de laboratórios de ensaios de produtos qualificados pelo Programa Energy Star, desde 2010.

    • O Certifiq - Sistema de Gerenciamento de Certificados (https://certifiq.inmetro.gov.br/) foi desenvolvido por iniciativa do Inmetro em parceria com os Comitês da Qualidade ABNT/CB-25 e ABNT/CB-38 e visa disponibilizar à sociedade em geral, de modo eficiente, transparente e centralizado, informações dos certificados emitidos no Brasil por organismos de certificação acreditados pelo Inmetro nos sistemas de gestão da qualidade (ISO 9001) e gestão ambiental (ISO 14001). 

      Nele podem ser encontradas diversas informações dentre as quais: gráfico com números de certificados válidos no Brasil, históricos das Certificações, as empresas certificadas de acordo ao Organismo Certificador ou código NACE, entre outras possibilidades.
      O Certifiq pode ser acessado por qualquer interface móvel ou fixa, via internet. 
      O Sistema também possibilita que os Organismos de Sistemas Acreditados (OCS) tenham acesso às suas funções de cadastro e manutenção de certificados conforme autorização prévia de acesso possibilitando atualização constante do Sistema.

    • O Certifiq - Sistema de Gerenciamento de Certificados (https://certifiq.inmetro.gov.br/) foi desenvolvido por iniciativa do Inmetro em parceria com os Comitês da Qualidade ABNT/CB-25 e ABNT/CB-38 e visa disponibilizar à sociedade em geral, de modo eficiente, transparente e centralizado, informações dos certificados emitidos no Brasil por organismos de certificação acreditados pelo Inmetro nos sistemas de gestão da qualidade (ISO 9001) e gestão ambiental (ISO 14001). 

      Nele podem ser encontradas diversas informações dentre as quais: gráfico com números de certificados válidos no Brasil, históricos das Certificações, consultas as empresas certificadas de acordo ao Organismo Certificador ou código NACE, entre outras possibilidades.

      O Certifiq pode ser acessado por qualquer interface móvel ou fixa, via internet. 

      O Sistema também possibilita que os Organismos de Sistemas Acreditados (OCS) tenham acesso às suas funções de cadastro e manutenção de certificados conforme autorização prévia de acesso possibilitando atualização constante do Sistema.

    • Para instruções sobre o processo de acreditação, solicitamos acessar o link: http://www.inmetro.gov.br/credenciamento/sobre_org_insp.asp

      Solicitamos, ainda, consultar as normas:

      NIT-DIOIS-001 - Regulamento para a acreditação de organismos de inspeção.

      NIT-DIOIS-006 - Procedimento para acreditação de organismos de inspeção.

      NIT-DIOIS-019 - Critérios Específicos para a Acreditação de Organismos de Inspeção

      Essas normas estão disponibilizadas no sítio do Inmetro no link: http://www4.inmetro.gov.br/acreditacao/servicos/acreditacao

    • A lista dos organismos encontra-se disponível no link: http://www.inmetro.gov.br/organismos/index.asp / Clique em Organismos de Sistema de Gestão Ambiental - OCA.

    • A lista de Organismos de Certificação de Sistemas de Gestão Antissuborno - OGA está disponível no link: http://www.inmetro.gov.br/organismos/index.asp

    • Solicitamos entrar em contato com o Departamento Nacional de Trânsito - DENATRAN através site: www.denatran.gov.br

    • O prazo para realizar a inspeção após a instalação do kit de GNV é de (dez) dias, contada a partir da data de instalação, conforme a Portaria Inmetro nº 91 de 2007, anexo C Campo 23. Ultrapassando esse prazo é necessário retornar a empresa instaladora para obter outro atestado do instalador registrado com a data atualizada.
       

    • Favor consultar a norma com a relação padronizada de serviços de calibração NIT-DICLA-012, disponível no link: http://www.inmetro.gov.br/credenciamento/organismos/doc_organismos.asp?tOrganismo=CalibEnsaios

    • O Certificado de Inspeção Veicular – CIV é emitido quando da aprovação da inspeção periódica do veículo rodoviário destinado ao transporte de produtos perigosos.

      Para obter o CIV, solicitamos contatar um dos Organismos de Inspeção Veicular – OIVA acreditados pelo Inmetro, cuja relação está disponível no link: http://www.inmetro.gov.br/organismos/consulta.asp

      O Certificado de Inspeção para o Transporte de Produtos Perigosos – CIPP é emitido quando da aprovação da inspeção periódica do equipamento rodoviário destinado ao transporte de produtos perigosos.

      Para obter o CIPP, solicitamos contatar um dos Organismos de Inspeção em Produtos Perigosos – OIPP acreditados pelo Inmetro, cuja relação está disponível no link: http://www.inmetro.gov.br/organismos/consulta.asp

      O Cerificado  para o Transporte de Produtos Perigosos – CTPP é emitido quando da aprovação da inspeção na construção do equipamento rodoviário destinado ao transporte de produtos perigosos. Esse novo certificado, substituiu o CIPP, somente na construção do equipamento rodoviário, cujo mecanismo de avaliação da conformidade deixou de ser inspeção e passou para certificação (compulsória).  

      Para obter o CTPP, solicitamos contatar um dos Organismos de Certificação de Produtos – OCP acreditados pelo Inmetro, cuja relação está disponível no link: http://www.inmetro.gov.br/organismos/consulta.asp

      Esclarecemos, ainda, que todos são de uso compulsório.

    Filtro