Perguntas frequentes

    • Segundo a Deliberação do CONTRAN nº 78 de 2009, os veículos blindados poderão ser inspecionados por um dos organismos acreditados pelo Inmetro, entretanto, não será foco da inspeção o vidro utilizado na blindagem, uma vez que os mesmos não atendem aos requisitos estabelecidos na norma NBR 9491.
      A lista dos organismos poderá ser obtida através do link: http://www.inmetro.gov.br/organismos/index.asp
      / item Segurança Veicular - OIC-SV.

    • O Certificado de Inspeção deve ser emitido pelo organismo de inspeção após realização e aprovação do veículo. Contatar um dos Organismos de Inspeção em Segurança Veicular acreditado pelo INMETRO, em seu estado. Após a inspeção o veículo deverá ser vistoriado pelo órgão de trânsito local (DETRAN) atendendo o prazo de 30 dias
      A lista dos organismos poderá ser obtida através do link: http://www.inmetro.gov.br/organismos/consulta.asp
      / item Segurança Veicular - OIC-SV.

    • Solicitamos entrar em contato com o organismo de inspeção acreditado pelo Inmetro que realizou a inspeção onde poderá obter uma segunda cópia do certificado de Inspeção.
      A lista dos organismos poderá ser obtida através do link: http://www.inmetro.gov.br/organismos/index.asp

    • Solicitamos consultar a Portaria Inmetro n.º 91 de 2009. Nesta Portaria, verificar especificamente o RTQ 32 para-choque traseiro. Este documento estabelece os critérios para construção, ensaio, e instalação de pára-choque traseiro de veículo utilizado no transporte rodoviário de produtos perigosos, sendo aplicável às seguintes espécies de veículos: camioneta, caminhonete, caminhão, e rebocados, excetuando-se os veículos com PBT até 4.600 daN com carroçarias incorporadas ao projeto original do fabricante dos veículos.
      Para homologação do para-choque é necessário contatar um dos Organismos de Inspeção de produtos perigosos acreditados, que tem em seu escopo a seguinte denominação: " Parachoque traseiro de veículos rodoviários para o transporte de produtos perigosos - Construção, ensaio e instalação."
      A lista dos organismos poderá ser obtida através do link: http://www.inmetro.gov.br/organismos/index.asp / item Produtos Perigosos - OIA-PP

    • Esclarecemos que o sistema eletrônico utilizado pelos organismos de inspeção, no qual o veículo fica bloqueado, foi desenvolvido e é controlado pelo DENATRAN. Neste caso, solicitamos enviar esta reclamação para o e-mail: itl@infraestrutura.gov.br.

    • A portaria Inmetro 30/2004 exige que seja verificado na inspeção: desgaste da banda de rodagem, tamanho e tipo dos pneus, simetria dos pneus e rodas, estado geral dos pneus e estado geral das rodas ou aros desmontáveis.
      O organismo de inspeção pode reprovar o veículo se no mesmo eixo houver pneus com desenhos diferentes, conforme a Portaria Inmetro 30/2004, item 7.3.7.3 Simetria dos pneus e rodas - Critério(s) de reprovação: É motivo de reprovação a constatação da(s) seguinte(s) ocorrência(s), dentre outras previstas em regulamentação específica: Pneus e/ou rodas diferentes no mesmo eixo.

    • Informamos que, de acordo com a Portaria Inmetro 49/10, item 8.1.1 - "a", equipamentos obrigatórios são objeto de inspeção. Portanto, devem ser inspecionados durante a inspeção de segurança veicular. 
      Os equipamentos obrigatórios que devem ser inspecionados estão descritos na Portaria Inmetro 30/2004, item 7.3.1. 
      As portarias do Inmetro podem ser encontradas no link: http://www.inmetro.gov.br/legislacao/

    • Solicitamos acessar o link: http://www4.inmetro.gov.br/acreditacao/servicos/acreditacao, onde encontram-se disponíveis todas as informações sobre o processo de acreditação de laboratório.

    • Solicitamos verificar o documento DOQ-CGCRE-001 e NIT- DICLA - 011. Estes documentos encontram-se disponíveis no site do Inmetro através do endereço: http://www.inmetro.gov.br/credenciamento/organismos/doc_organismos.asp?tOrganismo=CalibEnsaios

      Qualquer dúvida sobre o conteúdo deste documento, solicitamos entrar em contato diretamente com a DICLA - Divisão de Acreditação de Laboratório, pelo e-mail: dicla@inmetro.gov.br.
       

    • Solicitamos acessar o link: http://www4.inmetro.gov.br/acreditacao/servicos/acreditacao, onde encontram-se disponíveis todas as informações sobre o processo de acreditação de laboratório.

    Filtro