Produção 3D: Inmetro debate as inovações da Manufatura Aditiva

O Seminário sobre Manufatura Aditiva, promovido pela Diretoria de Metrologia Científica e Tecnologia (Dimci) do Inmetro no final de julho, proporcionou uma imersão nas novas tendências de produção 3D. 

Fabio Sant’Ana, diretor da Farcco Tecnologia Industrial, comandou uma apresentação que ocupou, de maneira dinâmica, a manhã de atividades no auditório: em dois blocos apresentou os conceitos das manufatura aditiva (história, a impressão 3D, processos e mercado) e, após um breve intervalo, mostrou na prática cases de sucesso relacionados à tecnologia da Manufatura Aditiva e suas vantagens econômicas.

“Temos capacidade de produzir geometrias complexas, customizadas, e com diminuição de peso, o que já é muito vantajoso. A Manufatura Aditiva não é a solução de tudo, mas é complementar”, comentou, citando exemplos de aplicabilidade na indústria aeronáutica (produção de lâminas de titânio  para turbinas de avião), tênis esportivos, produtos ortopédicos, e os de maior demanda: os aparelhos auditivos e os dentais transparentes.

Marcelo Medeiros, pesquisador da Diretoria de Metrologia Aplicada às Ciências da Vida (Dimav), apresentou o painel ‘Indústria 4.0 e Biotecnologia’, em que mostrou a importância desta tecnologia nos avanços em engenharia tecidual  e manufatura de medicamentos. 

O bloco final teve como foco metrologia e normatização. O pesquisador do Inmetro Rafael Trommer destacou as ‘Contribuições da metrologia na Manufatura Aditiva’, e Heitor Luz Neto, ex-pesquisador do Instituto Nacional de Tecnologia (INT) e renomado consultor na área, com o painel ‘Implantes ortopédicos por Manufatura Aditiva’, apresentou as atividades desenvolvidas nos comitês da ABNT, evidenciando os avanços alcançados na elaboração e publicação de normas nos últimos três anos para atender o setor. O evento foi encerrado com debate entre os presentes.

Segundo Valnei Cunha, diretor da Dimci, novos encontros sobre o tema serão organizados pela Diretoria, dentro da proposta em oferecer apoio total e irrestrito ao setor produtivo.