Presidente do Inmetro visita o campus em Xerém

O presidente do Inmetro, Marcos Heleno Guerson de Oliveira Junior, apresentou-se, na manhã desta quinta-feira (27/2), ao corpo funcional do Instituto, no Campus de Inovação e Metrologia.

"É uma imensa honra estar nessa posição. O Inmetro é uma instituição de excelência e sinônimo de qualidade", comentou o presidente. 

Ao falar sobre os desafios impostos ao Estado e à sociedade pelo rápido avanço das tecnologias digitais, o presidente disse que pretende contribuir para fortalecer o Inmetro e atender às demandas de uma nova indústria e um novo consumidor. 

Marcos Heleno Guerson de Oliveira Junior reforçou que assumiu a missão de facilitar a realização de um trabalho responsável e inovador. "Temos que ter estrutura mais flexível, mas sem perder nosso referencial de qualidade". O presidente reiterou, ainda, que o Inmetro seguirá atuando alinhado com a Lei da Liberdade Econômica e seus dispositivos legais.

Na parte da tarde, visitou o Campus, estrutura singular dotada de sofisticados laboratórios, em uma área de 1,7 milhão de metros quadrados.

Na Diretoria de Metrologia Científica e Tecnologia (Dimci), o presidente conheceu o Laboratório de Tribologia, que faz ensaios em próteses de joelhos, ajudando a indústria brasileira a desenvolver produtos mais resistentes e de maior qualidade, que desgastam menos e reduzem o risco de “recirurgias” precoces para os pacientes. Ainda na Divisão de Metrologia de Materiais, conheceu o microscópio Titan e pesquisas que tornaram o Inmetro um centro de referência em pesquisas sobre grafeno.

Presidente visita Laboratório de Tribologia, onde são realizados ensaios em próteses de joelho

O presidente também foi apresentado ao serviço de calibração de Anemômetros Laser Doppler (LDA), um grande reforço à autonomia e economicidade para a indústria nacional na área de energia eólica, desenvolvido na Divisão de Metrologia de Dinâmica de Fluidos. 

Já na Divisão de Metrologia Óptica, conheceu o goniofotômetro, utilizado em pesquisas relacionadas a medições relevantes para a indústria da iluminação pública. Na Divisão de Metrologia Química e Térmica foi ao Laboratório de Análise Orgânica.

O presidente também esteve na área de Metrologia Aplicada às Ciências da Vida, que desenvolve pesquisas relacionadas a materiais biológicos, com vistas a inovar para uma indústria crescente, da biotecnologia, associada a produtos como medicamentos e cosméticos.

Ele visitou, ainda, a Diretoria de Metrologia Legal (Dimel), especificamente os Laboratórios de Compatibilidade Eletromagnética e de Grandezas Elétricas, além de ter conhecido a estrutura da Diretoria de Avaliação da Conformidade (Dconf) e da Coordenação-Geral de Acreditação (Cgcre).