Inmetro apoia UFRJ no desenvolvimento de ventiladores pulmonaresInstituto realiza ensaios de imunidade eletromagnética e está disponível para auxiliar outros desenvolvedores nacionais. 

O Inmetro está apoiando a Coppe/UFRJ no desenvolvimento de ventiladores pulmonares que possam ser feitos de forma simples, rápida e barata, para atender a demanda urgente decorrente da pandemia de coronavírus. 

O Laboratório de Compatibilidade Eletromagnética da Diretoria de Metrologia Legal está realizando a maior parte dos ensaios de imunidade previstos para esse tipo de equipamento. São testes que buscam averiguar se o dispositivo eletrônico suporta perturbações eletromagnéticas que são comuns em nosso ambiente cotidiano, como a irradiação originada por aparelhos de TV, rádio, celular, wi-fi, entre outras. 

De acordo com Juan Sanchez, pesquisador do laboratório, os ensaios de imunidade eletromagnética avaliam dois aspectos bem definidos na norma referente a equipamentos eletromédicos (IEC 60601-1-2): a segurança básica e o desempenho essencial do equipamento. “As informações obtidas nos ensaios são valiosíssimas para o desenvolvedor do equipamento, pois permitem detectar falhas e aprimorar o dispositivo. Neste momento de necessidade, também podemos dar suporte para outras universidades do País”, afirmou.

Os ensaios de imunidade eletromagnética estão sendo feitos gratuitamente no Campus de Inovação e Metrologia do Inmetro, em Duque de Caxias/RJ.

Laboratório de Compatibilidade Eletromagnética

Gerador de perturbações do Laboratório de Compatibilidade Eletromagnética

 

Caixas com logomarca do Inmetro

Interior da célula G-TEM, usada para simulação de campos eletromagnéticos originados por telecomunicações