Inmetro contribui para aumentar produção de kits de diagnóstico da Covid-19

Unido aos esforços do Governo Federal para a pandemia do coronavírus, o Inmetro acaba de ceder por empréstimo à Fiocruz o equipamento multiusuário ABI 7500 PCR em Tempo Real, que será utilizado pela equipe da Bio Manguinhos para aumentar a capacidade de produção de kits de diagnóstico do SARS-CoV 2 distribuídos ao SUS.

Foi por meio da técnica de PCR em tempo real que se detectou, por exemplo, no Hospital Albert Einstein, o primeiro caso de coronavírus no Brasil, em fevereiro. O ABI7500 do Inmetro será utilizado nas rotinas de controle da qualidade de insumos e produtos acabados da linha de produção do kit, dando confiabilidade aos resultados do diagnóstico.

“O equipamento é extremamente sensível, sendo capaz de detectar a presença do vírus em quantidades tão baixas quanto 10-50 partículas virais, o que são impressionantes 0,000000000000001 g de material genético do vírus”, comentou Marcelo Medeiros, pesquisador do Inmetro.

No Inmetro, o equipamento é empregado nas comparações internacionais de análise de ácidos nucleicos do Bureau Internacional de Pesos e Medidas (BIPM), e em breve na prestação de serviço para clientes que necessitam de aplicações avançadas análise de ácidos nucleicos (indústria de diagnóstico in vitro, biofármacos, alimentos, análise ambiental etc). Além disso, é empregado em projetos  de pesquisa e desenvolvimento.